EpicWin – Level Up Your Life – Produtivamente brincando.

25 jul

Que listas de To-Do são uma maneira simples e útil de organizarmos disso ninguém tem dúvida, agora sobre se divertir cumprindo as adversas tarefas do dia-a-dia isso já fica mais difícil.

O EpicWin é um aplicativo para iPhone / iPod Touch que nos permite nos divertir com um jogo de RPG enquanto fazemos nossas tarefas da lista.

Cada item na sua lista se torna uma Quest dentro do jogo e a medida que você vai cumprindo com suas tarefas sua personagem irá progredindo, como em qualquer jogo de RPG.

O jogo ainda permite que seu progresso (consequentemente nas suas tarefas) seja compartilhado via Twitter e Facebook.

Acompanhe o trailer de pré-lançamento do jogo:

Acredite, cumprir com suas tarefas diárias nunca será tão divertido.

Quão segura é sua senha ?

1 jul

Essa é a pergunta e a proposta do site HowSecureIsMyPassword.

O site oferece um verificador de proteção de senhas. Você vai digitando a sua senha e o site faz um cálculo aproximado de quanto tempo um PC levaria para descobrir a sua senha.

Simples e objetivo, é uma boa para quem precisa testar se a senha do seu e-mail, twitter, facebook e outros está bem protegida.

DotWar – A guerra de Avatares.

26 jun

Pra quem achava que o seu avatar no twitter não era algo de muita relevância, a partir de agora irá pensar duas vezes.
O DotWar é um jogo criado por japoneses em que seu avatar do twitter se transforma num exército de soldados que enfrenta o exército inimigo com o objetivo de destruir os cristais do inimigo.

Até aí tudo bem, se o jogo não possuísse uma mecânica que atruibui características diferentes a cada soldado de acordo com a cor do pixel. Amarelos por exemplo são canhões, verdes possuem armas, roxos escudos e assim por diante. Cada tipo de soltado possui vantagens e desvantagens que tornam essa guerra de avatares algo bem inovador, divertido e curioso.

O jogo possui o modo de jogo Single Player, onde você utiliza o seu nome no twitter e enfrenta oponentes que são seus seguidores e seguidos no twitter. Ao superar os desafios você vai ganhando mais força e o nível de dificuldade dos oponentes aumenta.

No modo Versus (VS) você insere seu nome no twitter e o nome de outro usuário, há ainda um botão de “RANDOM” para que o jogo escolha dentre os seus seguidos e seguidores um adversário, porém neste modo não é possível controlar o exército, nos restando apenas assitir e torcer.

Há ainda o modo Manual, semelhante ao modo Versus, porém com possibilidade de controlarmos o exército assim como no modo Single Player.

É um jogo bastante viciante, que certamente muitos vão perder horas jogando. Vale a pena conferir

Brincando com Recursividade, JavaScript, JSON e XML – Parte 1.

26 abr

Hoje, um diferencial dentre as publicações deste blog. Estou começando e pretendo sempre que possível for, publicar materiais técnicos, obviamente os conteúdos serão constantemente da área de paixão, curiosidade e estudo deste que vos escreve, ou seja : WEB, seja em desenvolvimento, design, prototipação, etc. E claro, na necessidade de algo específico, deixem nos comentários e quem sabe não pode vir a estar sua dúvida sanada em um post próximo.

Começo hoje com um assunto que é, a meu ver, um dos fantasmas que assombram muita gente : a tal da recursividade. Para isso, nessa primeira parte farei uma breve lembrança a o que é recursividade, onde e como ela é empregada. Na segunda parte, um resumo sobre JavaScript e uma breve abordagem sobre JSON. Para a terceira, XML. Por fim, na quarta e última parte, apresentarei um algoritmo que utiliza a lógica recursiva, e as 3 tecnologias citadas. Ao trabalho!

Recursividade

“A recursividade na programação de computadores envolve a definição de uma função que pode invocar a si própria.” (Fonte: Wikipedia)

O maior exemplo até hoje explorado e usado como exemplificação de recursividade, é o cálculo de um fatorial, que é definido pela fórmula abaixo :

Aplicado à lógica de programação e a recursividade obtemos o seguinte algoritmo para cálculo de fatorial :

function fatorial(x){
if (x == 0)
return 1;
else
return x*fatorial(x-1);
}

Observe o mesmo algoritmo sem o uso da recursividade :

function fatorial(x){
var i, aux;
aux = 1;
for (i=1;i<=x;i++){
aux = aux * i;
}
return aux;
}

Percebe-se a sensível diferença que há entre o algoritmo que implementa recursividade à sua lógica e o que aplica um laço de repetição. Você deve estar se perguntando – “Mas os dois não fazem a mesma coisa ?” – De fato, fazem, porém em questões de performance, o que utiliza recursividade economiza recursos com variáveis e principalmente, quando se está lidando com uma linguagem que é interpretada, como é o caso do JavaScript em que o exemplo foi escrito, quanto menor a quantidade de código escrito para executar determinada função, melhor, pois reduzimos o tamanho do arquivo final, e por ser menor, torna-se mais rápido.

Essa foi a primeira parte do nosso artigo, volto em breve com a próxima parte, onde veremos de uma maneira resumida, JavaScript e JSON.

Profissionais

9 abr

Por hora me encontro pensando, o que é ser profissional ?
Não, não me refiro a ser somente alguém que exerce uma determinada função que pode receber o adjetivo de profissão. Me refiro a postura, atitudes, responsabilidades entre outros itens que me fogem a cabeça.

Vejo pessoas por aí que parecem que não pensam e nem se importam em serem profissionais de determinada área, ou de determinada função. Parece-me que simplesmente fazem o que tem de fazer simplesmente por que alguém está pagando pelo seu trabalho ou serviço.

Me pergunto se esse tipo de atitude vai nos levar a ser algo além de um prestador de serviços ou empregado ‘meia boca’. Se você se encaixa nesse perfil de trabalhador ( por que profissional amigo, você não é ), eu temo pelo seu futuro e pela sua carreira.

Que tal por uma semana, fazermos tudo com apego, com afinco, com dedicação, que tal quando formos perguntados sobre o que fazemos da vida respondermos com alto e bom som “SOU …” de forma a todos perceberem que realmente amamos o que fazemos, e cumprimos com nossas responsabilidades e deveres não somente por que somos pagos, mas também por amor e dedicação a nossa profissão.

Mas a minha grande questão é : – Como partir do nosso ponto profissional atual para um maior ? Como explorar e expandir horizontes profissionais, como dar um passo a mais na carreira ?
E a única resposta que consigo chegar é basicamente a mesma : vá além, faça mais.

Se um pedreiro quer ser mestre de obras, ele deve adotar a postura e adquirir as responsabilidades de um, e com isso, o conhecimento necessário irá acompanhar o empenho.

É curiosa a maneira com que, principalmente nós, jovens, buscamos nosso lugar ao sol, achamos que tudo é fácil, que quando e como quisermos iremos conseguir aquele salário bastante gordo (como se referiu uma certa vez um professor que tive), o problema é que ao passo que desejamos isso, nos preparamos e nos dedicamos de maneira inversa.
Queremos sempre mais e mais, e menos e menos queremos nos esforçar, crescer, assumir responsabilidades e posições de destaque, afinal, quem por exemplo que dar plantão no trabalho em plena noite enquanto uma boa parte da cidade está indo curtir a vida ?

São decisões e reflexões como essa que vão ser divisor de águas entre os que serão profissionais de bom reconhecimento, e aqueles que vão ser os que simplesmente ‘fazem um bom trabalho’.

Uma postagem diferenciada neste blog.

Novas das redes.

7 abr

Redes sociais criam novas oportunidades

Sites de relacionamento podem ser uma forma de pequenas empresas anunciarem gastando menos que em uma campanha tradicional

Até um ano atrás, as redes sociais – como Orkut, Twitter, Facebook – estavam na lista de passatempos do publicitário Rodrigo Prior, de 25 anos. Mas o sucesso dos sites de relacionamento no Brasil fez com que ele encontrasse na web uma forma de empreender. Prior começou a prestar consultoria para empresários interessados em se aproximar de clientes e até criar campanhas por meio desses sites – serviço que aos poucos vem sendo oferecido por grandes agências de publicidade.

Ao migrar dos meios formais para um ambiente totalmente digital, ele conseguiu ampliar o faturamento em 80%. Descobriu os dois sócios no Twitter, fundou a Social Branding e criou uma rede social “particular” para gerenciar os negócios, encontrar clientes e agilizar a produção. O foco de Rodrigo são as pequenas e médias empresas.

Uma pesquisa da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) concluída em março mostra que ele tem um mercado em potencial a explorar. Apenas 17% das empresas paulistas de menor porte mantêm cadastros em redes sociais. “Tentamos mostrar a elas que os sites de relacionamento podem ser uma forma de driblar a restrição orçamentária”, afirma. “Não adianta ter grandes ideias sem dinheiro para executá-las.”

Diferencial. De olho nesse mercado, a empresa catarinense de gestão do conhecimento Humantech criou no ano passado um departamento só para oferecer aos clientes estratégias de relacionamento em redes sociais. “Isso se tornou um diferencial para conseguirmos novos contratos”, diz Celso Valentim, presidente da empresa. Em 2009, a Humantech faturou R$ 1,6 milhão com instituições de médio e grande portes. “Agora, somos procurados também por pequenos empresários.”

Informalmente, quem trabalha com publicidade em sites de relacionamento estima que, para cada R$ 1 investido em uma campanha nas redes sociais, seriam necessários R$ 13 para produzir um comercial na mídia convencional. “Mas o risco é dez vezes maior”, diz Igor Puga, diretor da agência ID/TBWA, que há dois anos incluiu em seus serviços a gestão de redes sociais.

A matéria completa pode ser lida aqui.

Text 2 Mindmap – Converta Texto em Mindmap rápidamente.

9 fev

O Text 2 Mindmap é uma ferramenta online para converter texto em Mindmap

Basta colocar o texto separando os subitens com TAB e mandar converter em Mindmap, em poucos segundos é gerado o Mapa.

O resultado é parecido com o da imagem abaixo :

É uma opção muito útil para quem necessita desse tipo de diagrama.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.